saocamilolelis igreja_matriz

Paróquia São Camilo de Léllis,

"Uma obra de fé, abençoada pelo espírito comunitário dos cristãos da Mata da Praia".

O Sacramento do Batismo

O santo Batismo é o fundamento de toda a vida cristã, o pórtico da vida no Espírito ("vitae spiritualis ianua") e a porta que abre o acesso aos demais sacramentos. Pelo batismo somos libertados do pecado e regenerados como filhos de Deus, tornamo-nos membos de Cristo, e smomos incorporados à Igreja e feitos participantes de sua missão: "Baptismus est sacramentum regenerationis per aquam in verbo - O Batismo é o sacramento da regeneração pela água na palavra".

I. - Por que "Batismo" ?

Ele é denominado Batismo com base no rito central pelo qual é realizado: batizar ("baptizein" em grego) significa "mergulhar", "imergir"; o "mergulho" na água simboliza o sepultamento do catecúmeno na morte de Cristo,da qual com ele ressucita, como "nova criatura" (2Cor 5,17; Gl 6,15).

"Este banho é chamado iluminação, porque aqueles que recebem este ensinamento [catequético] têm o espírito iluminado ...". Depois de receber no Batismo o Verbo, "a luz verdadeira que ilumina todo o homem" (Jo 1,9), o batizado

II. - O Batismo na história da salvação

O Batismo na antiga aliança

Desde a origem do mundo, a água, esta criatura humilde e admirável, é a fonte da vida e da fecundidade. A sagrada Escritura a vê como "incubada" pelo Espírito de Deus:

"Já na origem do mundo, vosso Espírito pairava sobre as águas para que elas concebessem a força de santificar."

O Batismo de Cristo

Jesus começa sua vida pública depois de ter-se feito batizar por São João Batista no Jordão:

Depois que Jesus foi batizado, saiu logo da água. Eis que os céus se abriram e viu descer sobre ele em forma de pomba, o Espírito de Deus. E do céu baixou uma voz: "Eis meu Filho muito amado em que ponho minha afeição." (Mt 3,16-17).

Nosso Senhor submeteu-se voluntariamente ao Batismo de São João para "cumprir toda a justiça". Após a sua ressurreição ele confere essa missão aos apóstolos:

Ide, pois,e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo. (Mt 28, 19-20).

O Batismo na Igreja

A partir do dia de pentecostes, a Igreja celebrou e admnistrou o santo Batismo. Com efeito, São Pedro declara à multidão impressionada com a sua pregação: "Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para a remissão dos vossos pecados. Então recebereis o dom do Espírito Santo" (At 2,38). Os apóstolos e seus colaboradores oferecem o Batismo a todo aquele que crer em Jesus: judeus, tementes a Deus, pagãos.

III. - Quem pode receber o Batismo ?

"É capaz de receber o Batismo toda pessoa ainda não batizada, e somente ela"

O Batismo dos adultos

Na origem da Igreja, o Batismo dos adultos era a situação mais comum. A preparação para o Batismo ocupa um lugasr importante, tendo como finalidade a sua iniciação nos mistérios da salvação e na prática de uma vida evangélica, e introduzidos , na vida da fé, da liturgia e da caridade do povo de deus.

O Batismo das crianças

Por nascerem com uma natureza humana manchada pelo pecado original, também as crianças precisam do novo nascimento no Batismo, a fim de serem libertadas para o domínio da liberdade dos filhos de Deus. A prática de batizar as crianças é uma tradição imemorial da Igreja. É atestada explicitamente desde o segundo século, mas é possível que tenha iniciado junto com a pregação dos apóstolos.

Fé e Batismo

O Batismo é o sacramento da fé. Mas a fé tem a necessidade da comunidade dos crentes. Cada um dos fiéis só pode crer dentro da fé da Igreja. A fé que se requer para o Batismo não é uam fé perfeita e madura, mas um começo que é chamado a desenvolver-se.

Em todos os batizados, crianças ou adultos, a fé deve crescer após o Batismo. É por isso que a Igreja celebra a cada ano, na noite pascal, a renovação das promessas batismais.

Para que a graça batismal possa desenvolver-se, é importante a ajuda dos pais. este é também o papel do padrinho e da madrinha, que devem ser cristãos firmes, capazes e prontos a ajudar o novo batizado, criança ou adulto, na sua caminhada na vida cristã.

 

Para ver o texto completo veja: O Sacramento do Batismo Catecismo da Igreja Católica (www.vatican.va)