saocamilolelis igreja_matriz

Paróquia São Camilo de Léllis,

"Uma obra de fé, abençoada pelo espírito comunitário dos cristãos da Mata da Praia".

Comunidade Santa Luzia

santaluzia

Criação

A Comunidade Santa Luzia surgiu em 02/08/1993, quando foi realizada a primeira celebração na rua Desembargador Carlos Xavier Paes Barreto pelo Padre Alfonso Pastore. Após algumas missas, a comunidade passou a se reunir em um terreno de propriedade de seus membros. A partir de 1995, o ponto de reunião esteve em vários locais incluindo varandas, terrenos e praças. Foi nessa época que nasceu o grupo de oração "Maria, porta do céu". Em 25/06/1998, foi inaugurada a Capela do Santíssimo Sacramento, na residência de membros da comunidade, onde aconteciam momentos de adoração ao Santíssimo, oração do santo terço e outras celebrações. A comunidade passou a se abrigar ali até outubro de 2004. A partir dessa data, o grupo do oração, "Maria, porta do céu", juntou-se a grupos das comunidades São José e São Paulo, originando o grupo "Trindade Santa", que atualmente reúne-se na Paróquia São Camilo. Em 2007, a comunidade retorna a se abrigar em casas de seus membros, atualmente sob orientação do Padre Carlos.

Trabalhos

Sob orientação do Padre Alfonso, os membros da comunidade passaram a participar da pastoral da saúde, com visita semanal às familias doentes, ao Hospital Pedro Fontes e ao Hospital Santa Rita. A comunidade prestava apoio a comunidade irmã de São Pedro em Flexal II orientando no que fosse preciso. Foram administrados sacramentos na comunidade como batismo, primeira eucaristia, crisma, matrimônio, formação de equipe de liturgia, grupo de intercessão, grupo de oração, estudo dos documentos da igreja e adoração ao Santíssimo. Posteriormente a comunidade Sta. Luzia ajudou na construção da igreja de São Pedro.

Além disso, membros da comunidade fundaram o CAC (Centro de Apoio ao Cidadão), com atendimento a soropositivos, onde a comunidade e a paróquia continuam prestando apoio.

Atividades atuais

A comunidade se reúne todas as quintas-feiras para a celebração da palavra às 19:30 hrs. Participa das celebrações da igreja com grupo de liturgia, música, ministros da Eucaristia, e atividades cateqúéticas, encontros de casais, pastorais de comunicação, acolhida, ...,.

Região de Abrangência

Veja as ruas que compõem a comunidade neste mapa da comunidade

Vida da Padroeira

santa luzia O nome de Santa Luzia deriva do latim e significa: Portadora da luz. Ela é invocada pelos fiéis como a protetora dos olhos, que são a "janela da alma", canal de luz.

Ela nasceu em Siracusa (Itália) no fim do śeculo III. Conta-se que pertencia a uma família italiana e rica, que lhe deu ótima formação cristã, a ponto de ter feito um voto de viver a virgindade perpétua. Com a morte do pai, Luzia soube que sua mãe, chamada Eutícia, a queria casada com um jovem de distinta família, porém, pagão.

Ao pedir um tempo para o discernimento e tendo a mãe gravemente enferma, Santa Luzia inspiradamente propôs à mãe que fossem em romaria ao túmulo da mártir Santa Águeda, em Catânia, e que a cura da grave doença seria a confirmação do "não" para o casamento. Milagrosamente, foi o que ocorreu logo com a chegada das romeiras e, assim, Santa Luzia voltou para Siracusa com a certeza da vontade de Deus quanto à virgindade e quanto aos sofrimentos pelos quais passaria, assim como Santa Águeda.

Santa Luzia vendeu tudo, deu aos pobres, e logo foi acusada pelo jovem que a queria como esposa. Não querendo oferecer sacrifício aos falsos deuses nem quebrar o seu santo voto, ela teve que enfrentar as autoridades perseguidoras. Quis o prefeito da cidade, Pascásio, levar à desonra a virgem cristã, mas não houve força humana que a pudesse arrastar. Firme como um monte de granito, várias juntas de bois não foram capazes de a levar (Santa Luzia é muitas vezes representada com os sobreditos bois). As chamas do fogo também se mostravam impotentes diante dela, até que por fim a espada acabou com vida tão preciosa. A decapitação de Santa Luzia se deu no ano de 303.

Conta-se que antes de sua morte teriam arrancado os seus olhos, fato ou não, Santa Luzia é reconhecida pela vida que levou Jesus - Luz do Mundo - até as últimas consequências, pois assim testemunhou diante dos acusadores: "Adoro a um só Deus verdadeiro, e a Ele prometi amor e fidelidade".

veja video no site da canção nova

Oração da Padroeira

ORAÇÃO I - Ó Santa Luzia, que preferistes que vossos olhos fossem vazados e arrancados antes de renegar a sua fé e compuscar vossa alma; e Deus com um milagre extradordina´rio, vos devolveu dois olhos perfeitos para recompensar vossa virtude e vossa fé, e vos constituiu protetora contra as doenças dos olhos. Eu recorro a vós para que protejais minhas vistas e cureis a doença de meus olhos. Ó Santa Luzia conservai a luz dos meus olhos para que possa ver as belezas da criação o brilho do sol, o colorido das florestas e o sorriso das crianças. Conservai também os olhos de minha alma, a fé, pela qual eu possa compreender seus ensinamentos, reconhecer o seu amor para comigo e nunca errar o caminho que me conduzirá onde vós Santa Luzia, vos encontrais, em companhia dos Anjos e Santos. Santa Luzia, protegei meus olhos e conservai minha fé. Amém.

 

ORAÇÃO II - Santa Luzia, consagrada a Deus com voto de castidade, enfrentastes com fortaleza quem tentava violar este voto. Não aceitastes de forma alguma adorar falsos deuses e, por isso, fostes martirizada. Alcançai-me de Deus a firmeza em meus bons propósitos. Protegei-me contra todo mal dos olhos. (Se você estiver com algum problema nos olhos diga qual é e peça ajuda). Fazei que eu use da minha vista, somente para olhar o mundo e as pessoas com caridade e otimismo. Pela vossa poderosa intercessão, alcançai-me a força de superar qualquer contrariedade, principalmente, a que estou passando agora (dizer qual é a sua contrariedade), mantendo viva minha fé em Jesus Cristo, nosso único Senhor. Ele que vive e reina com o Pai e o Espírito Santo, por todos os séculos e séculos. Amém.

 

Galeria de Fotos

Veja galeria de fotos da comunidade