saocamilolelis igreja_matriz

Paróquia São Camilo de Léllis,

"Uma obra de fé, abençoada pelo espírito comunitário dos cristãos da Mata da Praia".

1. - Músicas para a Primeira Parte do Tempo Comum - (15/01 a 19/02/12)

 

1. Entrada - De mãos dadas a caminho

1- Somos gente da esperança que caminha rumo
ao Pai. Somos povo da aliança, que já sabe aonde
vai.
De mãos dadas a caminho, porque juntos
somos mais ... Pra cantar o novo hino de
unidade, amor e paz.


2 - Todo irmão é convidado para a festa em comum.
Celebrar a nova vida, onde todos sejam um.


2. Glória


O Espírito de Deus repousa sobre mim e assim
caminhando eu vou. Alegria, paz e amor, fruto que
vem de Ti Senhor, em mim brotou.

Glória, Glória eterna, Glória a Ti Senhor (bis)

Servi ao Senhor com toda alegria, vinde
exultaremos. Sabei que o Senhor é Deus e
Salvador e só a Ele pertencemos.

3 - Vamos Celebrar

Todos reunidos na casa de Deus, com cantos
de alegria e grande louvor, vamos celebrar os
feitos do Senhor e sua bondade que nunca tem
fim. (bis)

Vamos celebrar Deus está aqui, Vamos
celebrar Deus está aqui no meio de nós.
Vamos celebrar Deus está aqui (bis) No meio
de nós, Ele está presente aqui.


Quando estamos juntos unidos a Ti, para elevar a
nossa oração. Um canto de alegria surge entre
nós. Em adoração ao Teu eterno amor

4 - Aclamação - Invocamos o teu nome


Invocamos o Teu nome, invocamos o Teu
poder, invocamos a Tua presença no meio de
nós.


Manifesta Senhor o Teu poder, manifesta Senhor
a tua força, manifesta Senhor neste lugar, o teu
grande amor que tudo pode curar.

Manifesta Senhor o teu poder, com prodígios milagres sinais,
Manifesta Senhor neste lugar, o Teu grande amor
que tudo pode curar.

5 - Ofertório - Recebe Senhor


A mesa santa, que preparamos, mãos que se
elevam a Ti, Ó Senhor. O pão e o vinho, frutos da
terra, duro trabalho, carinho e amor.


Ô,ô, ô, recebe Senhor! Ô, ô, recebe Senhor.

Flores, espinhos, dor e alegria, pais, mães e filhos
diante do altar. A nossa oferta em nova festa, a
nossa dor, vem Senhor, transformar.

Ô,ô,ô, recebe Senhor! Ô, Ô, recebe Senhor

A vida nova, nova família, que celebramos aqui
tem lugar. Tua bondade vem com fartura. É só
saber, reunir partilhar.

6. Ofertório - Estar em Tuas Mãos

 

Mãos na terra e o coração além deste céu, e a
semente que brota é um germe de eternidade. Vai
brotando, crescendo, esperando, é a vida que vem
despontar. E este trigo maduro a colheita o
recolherá.

Estar em Tuas mãos, Ó Pai e minha vida
ofertar. No pão e no vinho a ti, o é...
Estar em tuas mãos, Senhor e a vida entregar.
A minha oblação em Ti se perderá, frutificará,
frutificará, frutificará, frutificará.


Da videira a flor não estará, passará. E o fruto da
terra surgirá, brotará. Pela força do vento, da
chuva e do sol que traz vida e calor. Cada dia,
crescendo e aprendendo a recomeçar.


7. Comunhão - Desamarrem as Sandálias

 

Ao recebermos Senhor, Tua presença sagrada,
pra confirmar Teu amor, faz de nós Tua morada.
Surge um sincero louvor, brota a semente
plantada. Faz-nos seguir Teu caminho, sempre
trilhar Tua estrada.

Desamarrem as sandálias e descansem, este
chão é terra santa ...,. venham, orem,
comam, cantem, venham todos e renovem a
esperança no Senhor.


O filho de Deus com o Pai e o Espírito Santo;
nesta Trindade um só Ser, que pede a nós sermos
santos! Dá-nos Jesus Teu poder de se doar sem
medida, deixa que compreendamos, que este é o
sentido da vida.

Desamarrem as sandálias e descansem, este
chão é terra santa ...,. venham, orem,
comam, cantem, venham todos e renovem a
esperança no Senhor.



Ao virmos Te receber, nós Te pedimos oh! Cristo:
faze vibrar nosso ser, indo ao encontro ao Pai
Santo! Sem descuidar dos irmãos, mil faces da
Tua face; faze que o coração sinta, a força da
caridade.

8 - Comunhão - Há um barco esquecido na Praia


Há um barco esquecido na praia, já não leva
ninguém a pescar. É o barco de André e de Pedro,
que partiram pra não mais voltar. Quantas vezes
partiram seguros, enfrentando os perigos do mar.
Era chuva, era noite, era escuro, mas os dois
precisavam pescar.

De repente aparece Jesus, pouco a pouco se
acende uma luz. É preciso pescar diferente,
que o povo já sente que o tempo chegou. E
partiram sem mesmo pensar, nos perigos de
profetizar. Há um barco esquecido na praia (3x)

Há um barco esquecido na praia, já não leva
ninguém a pescar. É o barco de João e Thiago,
que partiram pra não mais voltar. Quantas vezes
em tempos sombrios, enfrentando perigos no mar.
Barco e rede voltaram vazios, mas os dois
precisavam pescar.

De repente aparece Jesus, pouco a pouco se
acende uma luz. É preciso pescar diferente,
que o povo já sente que o tempo chegou. E
partiram sem mesmo pensar, nos perigos de
profetizar. Há um barco esquecido na praia (3x)


Quantos barcos deixados na praia, entre eles o
meu deve estar. É o barco dos sonhos que eu
tinha, mas eu nunca deixei de sonhar. Quantas
vezes enfrentei perigo, no meu barco de sonho a
singrar. Jesus Cristo remava comigo, eu no leme,
Jesus a remar.

De repente me envolve uma Luz, e eu entrego
meu leme a Jesus. É preciso pescar diferente,
que o povo já sente que o tempo acabou. E
partimos pra onde Ele quis, tenho cruzes mas
vivo feliz. Há um barco esquecido na praia (3)


9 - Comunhão - Jesus, Fonte de Misericórdia


Senhor, quando Te vejo no sacramento da
comunhão. Sinto o céu se abrir e uma Luz a me
atingir. Esfriando minha cabeça e esquentando
meu coração. Senhor graças e louvores, sejam
dados a todo momento, quero Te louvar na dor, na
alegria e no sofrimento. E se em meio à tribulação,
eu me esquecer de Ti, ilumina minhas trevas com
Tua Luz.

Jesus, fonte de misericórdia que jorra no
templo, Jesus o filho da rainha, Jesus, rosto
divino do homem, Jesus, rosto humano de
Deus! (bis)


Chego muitas vezes, em Tua casa meu Senhor,
triste abatido, precisando de amor. Mas depois da
comunhão, Tua casa é meu coração! Então sinto o
céu dentro de mim. Não comungo porque mereço,
isso eu sei oh! Meu Senhor! Comungo pois preciso
de Ti. Quando faltei à missa, eu fugia de mim e de
Ti, mas agora eu voltei, por favor, aceita-me.

 

10 - Comunhão


Vamos Jesus passear na minha vida. Quero
voltar aos lugares em que fiquei só. Quero voltar lá
contigo, vendo que estavas comigo, quero sentir
teu amor a me embalar.

Cura, Senhor, onde dói. Cura, Senhor, bem
aqui. Cura, Senhor, onde eu não posso ir. (bis)

Quando a lembrança me faz adormecer, Sabes
que a espada da dor entra em meu ser. Tu me
carregas nos braços, levas-me com Teu abraço,
sinto minha alma a chorar junto de Ti.

Cura, Senhor, onde dói. Cura, Senhor, bem
aqui. Cura, Senhor, onde eu não posso ir. (bis)


Tantas lembranças eu quero esquecer. Deixam
um vazio em minh'alma e em meu viver. Toma
Senhor meu espaço, te entrego todo cansaço,
quero acordar com tua paz a me aquecer.

A conversão leva a pessoa a pensar segundo a lógica de Deus. Enquanto não pensamos e agimos como Jesus, necessitamos de conversão.

Dimensão Litúrgica - MRSF